Semana de Solidariedade ao povo palestino debate Direitos Humanos

 

Com o foco nos direitos humanos aconteceu, nesta segunda-feira (1º/12), mais uma atividade do I Fórum e Semana de Solidariedade ao Povo Palestino. O evento contou com a participação de Paulo Illis, coordenador de políticas para migrantes da Secretaria Municipal de Direitos Humanos de São Paulo; Baby Abrão, jornalista que foi correspondente no Oriente Médio, e Moara Crivelente, representante do Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta pela Paz (Cebrapaz).



O debate “Direitos humanos e direito internacional sobre a questão palestina” aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Direitos Humanos, no centro da capital paulista.

Ao longo da atividade, foram discutidas questões como o imperialismo sionista, a omissão da ONU, a pressão econômica que os israelenses exercem para conseguir seus objetivos, a desproporcionalidade da força bélica empregada contra a população palestina, o bloqueio imposto contra a Faixa de Gaza e o estabelecimento de um Estado palestino.

Além disso, foi lembrado o último ataque de Israel contra a Faixa de Gaza, ocorrido em julho e agosto deste ano, que deixou um saldo de mais de duas mil pessoas mortas, incluindo muitas mulheres e crianças, além de destruir toda a infraestrutura local.

Para Paulo Illis, “a causa palestina é a causa da humanidade, quanto mais iniciativas como esta, quanto maior for a união dos movimentos, em São Paulo, no Brasil e no mundo, mais fortalecida estará a luta pela soberania dos povos daquela região”.

Segundo o coordenador de políticas para migrantes, o apoio do governo municipal ao evento ocorre, “primeiro porque a cidade de São Paulo e os movimentos sociais de São Paulo têm uma trajetória de apoio à causa palestina e à solidariedade com o povo palestino, então, nós não poderíamos ficar de fora. Segundo, porque nós temos uma comunidade muito importante de refugiados da Palestina, da Síria e de outros países da região na cidade de São Paulo; se unir a essa luta é interessante porque se trata, acima de tudo, de violações dos direitos humanos”. 

A Semana de Solidariedade, que começou no dia 29 de novembro, vai até o dia 7 de dezembro. A proposta é idealizada pela Frente em Defesa do Povo Palestino e pelo Comitê pelo Estado da Palestina Já, que reúnem dezenas de organizações da sociedade civil brasileira.

As atividades contam com o apoio do ICArabe (Instituto da Cultura Árabe) e da Prefeitura Municipal de São Paulo e incluem exibição de filmes, poesia, música e debates sobre diversos temas como: os direitos humanos, a luta da mulher árabe e à forma como a mídia retrata a questão palestina.

A humilhação e ocupação diárias a que estão submetidos os palestinos tiveram início há mais de 66 anos e resultaram na criação do Estado de Israel, em 15 de maio de 1948. Naquele momento, foram expulsos cerca de 800 mil palestinos de suas terras e aproximadamente 500 aldeias foram destruídas. A consequência é a fragmentação da sociedade e a criação do problema dos refugiados – hoje, em torno de 5 milhões em campos na região, além de milhares em outras partes do mundo. Por essa razão, os árabes chamam a criação de Israel de nakba (catástrofe). 


Confira a programação da I Semana e Fórum de Solidariedade ao Povo Palestino:


29/11 – Sábado
Dia Internacional de Solidariedade ao Povo Palestino
Local: Galeria Olido, 19h (Av. São João, 473, Centro)
Lançamento de campanha humanitária a Gaza
Saudação do Embaixador palestino no Brasil, Ibrahim Al Zebem
Exibição do filme Diários (acervo ICArabe) seguida de debate

1º/12 – Segunda-feira
Debate: direitos humanos e direito internacional sobre a questão palestina
Local: Auditório da Secretaria Municipal de Direitos Humanos (Rua Líbero Badaró, 119, Centro)
Horário: 19h30

2/12 – Terça-feira
Aula pública: breve história da Palestina: dos massacres à resistência
Local: Escadarias do Teatro Municipal de São Paulo, 18h – Praça Ramos de Azevedo

3/12 – Quarta-feira
Debate: mulheres árabes e a luta contra o imperialismo ontem e hoje
Local: Biblioteca Mário de Andrade, das 19h30 às 21h – Rua da Consolação esquina com a Avenida São Luís

4/12 – Quinta-feira
Recital de música e poesia.
Local: Teatro Heleny Guariba – Praça Roosevelt, 184, Centro – SP.

5/12 – Sexta-feira
A questão palestina na mídia
Local: Biblioteca Monteiro Lobato, das 19h30 às 21h30 – Rua General Jardim, 485, Vila Buarque – SP.

6/12 – Sábado
Debate: Caminhos para a libertação da Palestina na visão dos partidos políticos
Local: Biblioteca Monteiro Lobato, das 14h às 17h – Rua General Jardim, 485, Vila Buarque – SP.

7/12 – Domingo
10h - A resistência internacional da juventude
12h - O movimento sindical e a solidariedade internacional
Local: Biblioteca Monteiro Lobato, das 10h às 14h – Rua General Jardim, 485, Vila Buarque – SP.
17h - Encerramento – Apresentação de hip hop (Local: Centro de Formação Cultural Cidade Tiradentes, Rua Inácio Monteiro, 6.900).

Tayguara Ribeiro, da redação do Portal Vermelho

http://www.vermelho.org.br/noticia/254533-9

Comentários

#Fale conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *