Secretaria de Direitos Humanos realiza vistoria em Centros Socioeducativos pelo País

Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República da Presidência da República (SDH/PR) esteve na semana passada em Boa Vista, Roraima, para vistoriar a conclusão da construção do Centro de Atendimento Socioeducativo.  Uma equipe do Sinase acompanha nesta segunda-feira (6) a execução das obras de construção do Centro de Atendimento Socioeducativo em Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco. Na terça-feira (7), será a vez de Joinville/SC.
Em Boa Vista, a vistoria foi realizada pela engenheira civil da Coordenação-geral de Atendimento Socioeducativo da SDH/PR, Ana Claudia da Silva, que estava acompanha por engenheiros da Secretaria de Estado da Infra-Estrutura,  pela  assessoria da  Secretaria do Trabalho e Bem Estar Social do Estado (Setrabes/RR), pela equipe técnica do atendimento socioeducativo estadual e por engenheiros da empresa responsável pela execução da obra.
Segundo Cláudia, o novo espaço foi construído seguindo as orientações do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo – Sinase. “Essas novas construções objetivam proporcionar a reeducação e o envolvimento dos adolescentes que cometeram ato infracional com suas famílias e com a comunidade” avalia.
A obra é fruto de convênio firmado entre SDH/PR e a SETRABES/RR.  O novo Centro, previsto para ser entregue à população no mês de novembro, tem capacidade para atender até 60 adolescentes. Desse total, serão destinadas 12 vagas para atender pessoas do sexo feminino.
Socioeduação
Localizada no bairro Monte Cristo, em Boa Vista, o lugar conta com espaços para a escolarização, a profissionalização, serviços de saúde, um campo de futebol e quadra poliesportiva coberta para prática de esportes, e espaços pedagógicos de cultura e lazer. Os educandos do novo Centro também vão ter atendimento jurídico, psicológico e de assistências social.
Além disso, existe uma área livre no terreno que poderá ser utilizada para a realização de oficinas profissionalizantes itinerantes que poderão ser feitas em parceria com empresas e entidades diversas para reconduzir os adolescentes ao convívio social.

Comentários

#Fale conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *