Estudante chega com um minuto de atraso no Enem e não segura lágrimas

Jovem chegou atrasada e não segurou as lágrimas (Foto: Gabriela Alcântara/G1)
Jovem chegou atrasada e não segurou as lágrimas
(Foto: Gabriela Alcântara/G1)
 
Chegando apenas um minuto após o fechamento dos portões do Bloco A da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap), na Rua do Lazer, bairro da Boa Vista, centro do Recife, a candidata Euline Freitas perdeu a chance de prestar a segunda etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), neste domingo (4). A jovem de 24 anos mora em Olinda, e teria pego um ônibus até Peixinhos, de onde veio de moto-táxi. "Não culpo os fiscais, eles estão certos, é o dever deles fechar o portão no horário, eu que me atrasei. Também acabei me perdendo no caminho, por não conhecer direito as ruas", disse Euline. Antes de fechar os portões, um dos fiscais do prédio chegou a sair para a rua, para verificar se algum aluno estaria correndo para chegar a tempo.
 
saiba mais
"Hoje saí um pouco mais tarde, tem poucos ônibus, e o que eu pego não passa aqui. Mas da próxima vez eu vou sair três horas mais cedo, para ter certeza de que vou chegar na prova", explicou a estudante, que iria prestar o vestibular para arquitetura na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). A jovem, que mora em Alto Nova Olinda, e estuda saneamemento ambiental no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), diz que não pretende desistir. "Tenho uma prima que tentou três vezes até conseguir passar. Não foi dessa vez que eu consegui, mas vou tentar de novo", afirmou, enxugando as lágrimas.

#Fale conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *