Educação sexual é discutida por 400 profissionais na Unesp Araraquara

 
O núcleo de estudos sobre sexualidade da Unesp de Araraquara (SP) reuniu 400 profissionais da saúde e da educação do país e do exterior, nesta sexta-feira (16), em um congresso sobre educação sexual. A universidade conta com um núcleo de pesquisas e a partir de 2013 será a primeira do país a oferecer mestrado na área.
 
Além de falar de prevenção, todos tiveram contato com várias pesquisas da área. “A questão da sexualidade é uma questão muito mais ampla, envolve os relacionamentos humanos de uma forma geral. Como a gente se comporta no mundo com relação às práticas sexuais, a questão do feminino, do masculino”, afirmou a presidente da Comissão Científica, Ana Claudia Bortolozzi Maia.
Araraquara foi escolhida para ser a sede desse congresso nacional por ser referência nos estudos da sexualidade. A Unesp tem um importante núcleo de pesquisas há 12 anos e a partir do ano que vem vai oferecer o primeiro curso de mestrado do Brasil em educação sexual. “A formação do professor e do profissional de saúde carece de disciplinas na área de sexualidade, então a formação dele é incipiente nesse campo”, disse o coordenador do mestrado em educação sexual, Paulo Rennes.
Carla Bessa da Silva é assistente social e veio do interior do Rio Grande do Norte, a 400 km de Natal, para participar do congresso e para tentar ficar com uma das vagas do mestrado. “Falar em educação sexual, porque existem muitos preconceitos e tabus, principalmente nós como profissionais, já há um bloqueio quanto a isso”, destacou.

Congresso reuniu especialistas do país e do exterior na Unesp de Araraquara (Foto: Adriano Ferreira / EPTV)
 
Congresso reuniu especialistas do país e do exterior na Unesp de Araraquara
(Foto: Adriano Ferreira / EPTV)

#Fale conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *