Leci Brandão lança cartilha sobre cidadania


lecy-cartilha-cidadaniaA Câmara Municipal recebe nesta quinta-feira, às 17 horas, a deputada estadual Leci Brandão (PC do B). A recepção é aberta ao público e à imprensa. Em Rio Claro, a deputada, às 19 horas, faz lançamento da Cartilha Negro Cidadão em programação cultural na sede da escola de samba Grasifs. Antes, às 16h30, Leci Brandão mantém agenda com o prefeito Du Altimari no gabinete do Executivo.
Para o organizador do evento, Adams Rios, "é uma honra contarmos com a participação da deputada para o lançamento da cartilha, principalmente pelo fato de Rio Claro ser a primeira cidade do interior a dispor da reedição revista do documento".
Segundo Rios, o documento trata de maneira pedagógica os princípios constitucionais dos direitos da cidadania, com foco que inclui a questão racial. "A consolidação de uma democracia racial passa pela valorização da cidadania em toda a sua dimensão, o que exige atenção para uma pedagogia livre de preconceitos", estima ele.
O lançamento da cartilha na Grasifs é aberto ao público. O evento será marcado por palestra da deputada estadual sobre o tema. Originalmente, a cartilha foi editada pela União de Negros pela Igualdade e pelo cartunista Maurício Pestana.
Entre os temas apresentados na cartilha destacam-se os relativos à Saúde, Educação, Integração Racial e Direitos das Crianças e Adolescentes.
Bem ilustrada, a publicação lança mão do humor para apresentar conceitos de cidadania. O que é ser cidadão? Quando surgiu a ideia de cidadania? Como fazer com que as leis sejam aplicadas? Estas são algumas das questões apresentadas pela cartilha. A publicação também traz uma lista de órgãos e instituições que tratam da questão no país.
O documento ressalta a importância da cidadania como construção social diante das perspectivas de os direitos constitucionais virem a ser absorvidos pela lógica do mercado e do consumo.
Segundo alerta a cartilha, no modelo social de hoje, "aqueles que estão incluídos no sistema de consumo podem comprar e exercer seus direitos; os demais são excluídos desta condição. Ou seja, a cidadania só pode ser exercida na mesma proporção do poder de compra do indivíduo".
No prefácio da publicação, a deputada salienta que os avanços para superar a lógica de mercado "dependem de luta, reivindicações e da ação concreta dos indivíduos". No texto, Leci enfatiza ainda que a cartilha serve de "alerta para que os órgãos públicos e instituições entendam que precisam melhorar seu funcionamento".
A programação na Grasifs conta com apresentação do grupo Congada e Tambu de São Benedito, sob direção do mestre Ariovaldo.
Fonte: Jornal da Cidade
___________________________________
PARCEIROS DO CEDEESPE SOMANDO FORÇA POR UM MUNDO MELHOR
- ALIANÇA LGBT/PE - ASSOC.LGBT DE COMUNIDADE E TERREIRO - MNU LGBT -
ENCONTRO AO AR LIVRE (APREDENDO A AMAR AMANDO - AMANDO O PRÓXIMO COMO A TI)
- GRUPO CULTURAL TRONCO D'JUREMA - GRUPO CULTURAL INZO ANGOLA -
EURODATA CURSOS PROFISSIONALIZANTES -

Comentários

#Fale conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *