Inaldo Lins
ALUNOS DA ESCOLA JOSÉ DA COSTA PORTO GANHAM PRÊMIO NACIONAL NA XVII CIÊNCIA JOVEM

PARA DIVULGAÇÃO:


IMAGENS: DEMONSTRAÇÃO DA PROF. MA. LUÍZA E ALUNOS NA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL/PE - UFRPE,
E PARA O MINISTÉRIO PÚBLICO DE PERNAMBUCO
(DR. MARCO AURÉLIO DE FARIAS)
 
 
Alunos participam do evento na categoria Divulgação Científica
Eles concorreram na categoria Divulgação Científica e o resultado saiu sexta (28)outubro

Alunos da Escola Municipal José da Costa Porto, no Coque, participaram, da XVII Ciência Jovem, no Espaço Ciência (Complexo de Salgadinho). Com o tema “Desvendando o delicioso mundo da geometria”, os educandos participam do evento na categoria Divulgação Científica. Eles utilizaram canudos, palitos e jujuba para representar formas geométricas com o intuito de tornar o assunto mais conhecido e agradável para as pessoas.

Logo na chegada, os visitantes são recebidos por uma dupla de estudantes da escola que, além de serem alunos com excelentes notas, deixam bem claro que têm a matéria na ponta da língua. “O dodecaedro, segundo Platão, representa o espaço. Ele tem a forma de uma bola e todos os planetas têm formas arredondas”, esclarece Vinícius Santos, 12 anos, 6º ano. Outro que recepciona os curiosos é Alessandro Silva, 12, também do 6º ano, que esclarece: “de acordo com Platão, o tetraedro representa o ar e um balão precisa do ar para subir”, associa o adolescente.

Desde maio os alunos do 6º ano da Escola Municipal José Costa Porto trabalham em sala de aula o contexto da geometria. A professora de matemática, Luíza Anselmo, desenvolveu o projeto para que o aprendizado fosse fixado de maneira mais significativa. “A ideia era sairmos do abstrato para o concreto. O canudo representa o ponto, a reta, o plano. A partir daí passamos para a geometria espacial. Os educandos começaram a associar a jujuba a um vértice, um palito a uma aresta. Tudo se tornou mais divertido e saboroso”, explicou.

Trouxemos nossos alunos para visitar os estandes e fazer um relatório para nota. Nossa escola participa da Mostra com um projeto de sustentabilidade, então eles visitarão outras tendas dentro do mesmo ramo para a elaboração dos comentários”, assegurou a professora de geografia, Márcia Pereira, educadora da mesma escola.
Muito concentrada em absorver o máximo de informações possíveis, Mirelly Alves, 11 anos, 6º ano, disse que adorou a visita. “Aprendi que devemos preservar o meio ambiente e nunca jogar o lixo nas ruas”, disse.

Expectativa - sexta-feira (28), foram conhecidos os três primeiros colocados, dentro de cada segmento, entre os estabelecimentos de ensino de todo o Brasil que participam da feira. A mostra foi dividida em cinco categorias, de acordo com o nível educacional de cada participante: Iniciação à Pesquisa, voltada aos alunos da educação infantil e ensino fundamental; Divulgação Científica, para os alunos do ensino fundamental; Desenvolvimento Tecnológico e Incentivo à Pesquisa, destinadas a alunos do ensino médio; e Educação Científica, exclusiva para os professores. Os ganhadores terão acesso a outras feiras pelo Brasil.
ESTUDANTES DA ESCOLA JOSÉ DA COSTA PORTO TIRARAM 2º LUGAR NA XVII CIÊNCIA JOVEM
Com a premiação, eles ganham a oportunidade de ir às feiras de ciências em todo o Brasil

Alunos da Escola Municipal José da Costa Porto, localizada no Bairro do Coque, obtiveram a segunda colocação na XVII Ciência Jovem, que aconteceu de quarta (26) a sexta-feira (28), no Espaço Ciência, Complexo de Salgadinho, em Olinda. O resultado foi divulgado no final da tarde da sexta-feira.

Os estudantes do 6º ano participaram da Mostra na categoria Divulgação Científica. Com o tema “Desvendando o delicioso mundo da Geometria”, representaram os cinco sólidos de Platão - tetraedro, hexaedro, octaedro, dodecaedro, icosaedro – utilizando canudos, palitos e o colorido das jujubas para construir as formas geométricas. A XVII Ciência Jovem revelou os três primeiros classificados de cada segmento, que ganharam troféus para suas escolas ou universidades, medalhas para os educandos e, automaticamente, a oportunidade de participar de outras feiras de ciências pelo Brasil.

Para a secretária de Educação, Esporte Lazer, Ivone Caetano, a excelente premiação da Escola Costa Porto é motivo de orgulho para todos. “É o resultado do investimento da gestão na qualificação constante dos professores. Aprender no Recife não se restringe só à sala de aula. Nossos alunos participam das hortas comunitárias escolares, vão ao cinema, teatro, museus e conhecem a Cidade de dentro do Rio Capibaribe no barco escola; participam de olimpíadas de matemática, aulas de robótica, entre outros”, enfatizou.

Feliz com o resultado da Costa Porto, a gestora da unidade, Ângela Pedrosa, revelou que no próximo dia 7, a instituição se fará presente na X Semana de Matemática da UFRPE (Universidade Federal Rural de Pernambuco) e recebeu um convite do governo do Pará para representar o Recife na Mostra de Ciências daquele estado. “É maravilhoso! Nossa escola fica em um bairro humilde do Recife. Mesmo concorrendo com grandes instituições do Brasil, provamos que temos uma educação de qualidade”, acrescentou.

O estudantes da Escola Municipal José da Costa Porto, Vinícius Santos, 12 anos (nota 9 em Matemática) e Alessandro Silva, 12, (9.5), foi um dos destaques no estande da Prefeitura na Ciência Jovem. “Desde maio que trabalhamos em sala de aula com as formas geométricas”, revelou Vinícius.
Manuel Romário Saldanha Neto
MESTRE PELA UFPE
filósofo, arte-educador, agente sócio-cultural
MNU MOVIMENTO NEGRO UNIFICADO-LGBT
LGBT DE TERREIRO E COMUNIDADE
ALIANÇA LGBT DE PERNAMBUCO
Endereço para acessar Currículo:
http://lattes.cnpq.br/2489286774040948
(81) 3221 6920 - 96473310

Comentários

#Fale conosco

Nome

E-mail *

Mensagem *